Dominio: emagreceremos.com
Chave: cfb6f03ed9e923cd100a6b32448bade8cfa2b8e9
Hora do cache: 1511069342
Vida do cache: 1511112542
Status: 1
Mensagem: Centive nao respondeu
Chave do Pedido: 11f949492f58285810f1d0665e94de84ffab3706
Chave do Produto: PROKEY
Scroll Top

Alimentos que curam azeite de oliva Diabetes

AZEITE DE OLIVA PROTEGE O CORAÇÃO E COMBATE O DIABETES

Veja os benefícios da ingestão regular do azeite de oliva em nossa saúde. Proteção ao coração e prevenção do diabetes são apenas alguns deles. Tem muito mais.

azeite de oliva extra virgem

O azeite de oliva é capaz de limpar as veias e as artérias, evitando assim doenças graves como o infarto e o derrame.

Rico em vitaminas que protegem a memória e os ossos, o azeite, além de saboroso é um aliado da nossa saúde.

Dos inúmeros benefícios à nossa saúde, atribuídos ao consumo regular de azeite de oliva, dois são altamente significativos e importantes: ele protege o coração e combate o diabetes. Mas como e quando começou isso?

O azeite de oliva é o óleo extraído da azeitona, que é o fruto das oliveiras. Os gregos conhecem o azeite de oliva desde o século 4 antes de cristo (A.C.) quando começaram a cultivar as oliveiras em suas terras.

Atualmente, os mediterrâneos chamam-no de “ouro líquido” por tudo o que representa esse alimento na melhoria da saúde e bem estar das pessoas, tanto que ele se encontra ranqueado como alimento essencial para quem quer ter uma vida mais saudável.

A quantidade de benefícios que ele oferece, não se restringe à saúde cardiovascular. Ele também protege os ossos e o cérebro e atua no  combate ao diabetes.

TIPOS DE AZEITE DE OLIVA

Um óleo só pode ser considerado azeite de oliva se obedecer a critérios rígidos no seu processo de fabricação, que ditam que sua obtenção seja exclusivamente à partir da azeitona, sem nenhuma mistura de outros óleos, quaisquer que sejam.

O azeite que passa apenas pelo processo de lavagem, decantação, centrifugação e filtração através de meios mecânicos ou físicos, são classificados como virgens.

 

  • Azeite extravirgem – possui sabor e aroma marcantes e específicos e possuem acidez nunca superior a 1%. É o mais indicado pois tem maior presença de fitoquímicos que possuem propriedades antioxidantes.
  • Azeite virgem – também possuem sabor e aroma marcantes e acidez não superior a 2%
  • Azeite virgem corrente – de gosto agradável e acidez não superior a 3,3%

 

PRINCIPAIS NUTRIENTES DO AZEITE DE OLIVA

Quando se fala em gorduras, a primeira impressão é de que sejam nutrientes maléficos à nossa saúde não é mesmo. Porém, ao contrário do que se pensa, as gorduras monoinsaturadas são muito importantes e benéficas à saúde de nosso organismo porque possuem efeito anti-inflamatório, o que  beneficia o cérebro, além de agirem na redução do LDL (colesterol ruim) e aumento do HDL (o bom colesterol) ajudando na prevenção e combate a doenças cardiovasculares.

O azeite de oliva também traz consigo uma grande gama de compostos antioxidantes tais como os polifenóis, encontrados em maiores quantidades no azeite de oliva tipo extra virgem.

A vitamina “K”, também  é outro nutriente que se faz presente no azeite de oliva em grandes quantidades, tanto que  uma porção de 30g do óleo nos fornece mais do que nossa necessidade diária da vitamina.

O óleo também é cheio de vitamina E que tem um efeito antioxidante que inibe a síntese do colesterol ruim e evita a oxidação celular, contribuindo para maior sobrevida de células saudáveis no organismo

Esse nutriente é fundamental para manter os ossos saudáveis e também atua no processo de coagulação sanguínea.

 

 

oliveiras

BENEFÍCIOS DO AZEITE DE OLIVA

  • Regulador do colesterol, diminuindo o LDL e aumentando o HDL
  • Tem a função de protetor do coração pela presença de antioxidantes que previnem e até revertem a arterosclerose
  • Ajuda no emagrecimento, pois existem compostos de aroma do azeite que são capazes de regular a sensação de saciedade. O azeite extra virgem é rico em omega 9 e esse nutriente é altamente antiinflamatório, o que também ajuda no emagrecimento. Além disso, o omega 9 regula a ação do cortisol, hormônio produzido em excesso em situações de stress (seja físico ou mental), cuja ação é o deposito de gordura no organismo, principalmente na região abdominal
  • Protege o cérebro, pois os antioxidantes presentes no azeite têm a capacidade de prevenir danos causados pelo entupimento de artérias cerebrais, como os derrames
  • Previne e combate o diabetes por sua função antioxidante e principalmente por ser anti-inflamatório (quando as inflamações são reduzidas, a captação de insulina na célula é mais eficaz)
  • Bom para os ossos porque a grande presença de vitamina “K”, ajuda no combate à osteoporose
  • Reduz o risco de câncer devido a presença dos polifenóis que agem na destruição da proteína que aciona o gene HER2, responsável por iniciar a forma mais frequente do câncer de mama e os tocotrienois, antioxidantes que ajudam na redução da proliferação de células tumorais no intestino
  • Melhora o funcionamento do estômago e do pâncreas
  • Produz efeito protetor e tônico da epiderme

 

QUANTIDADE DIÁRIA RECOMENDADA

O ideal seria que nós conseguíssemos mudar nossos hábitos alimentares e fizéssemos uma troca bastante vantajosa no que se refere a saúde.

Ao invés da margarina, maionese ou manteiga, usar o azeite de oliva como nossa fonte de gordura diária. Essas gorduras não são monoinsaturadas como as presentes no azeite e que são altamente benéficas ao nosso organismo.

A quantidade diária recomendada é de 30 gramas, ou seja, o equivalente a duas colheres das de sopa por dia.

 

COMO CONSUMIR O AZEITE DE OLIVA

Embora possa ser usado de várias formas,  todos os especialistas concordam que a melhor maneira de consumir o azeite é in natura.

Deve ser consumido in natura em preparações como saladas, massas, carnes e peixes. Até ao consumir uma fatia de pão, o correto seria usar o azeite de oliva ao invés da margarina ou manteiga.

Ao contrário dos vinhos, o azeite quanto mais jovem melhor para o consumo e devemos ter muito cuidado no seu armazenamento, pois o ideal é que ele fique longe do calor e da luz, pois várias de suas propriedades são termo e fotossensíveis, ou seja, oxidam-se na presença de calor e luz. Então dê preferência às embalagens escuras quando for comprar o azeite e muita atenção à data de validade do produto.

Gostou! Compartilhe....curta...

    Sobre o autor | Website

    Gostou do artigo?

    Inscreva-se para receber dicas de saúde e emagrecimento.

    Seja o primeiro a comentar!

    Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

    Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
    entre em contato com o suporte.